Exercícios ajudam a amenizar sintomas da menopausa

0

A menopausa é um processo natural e inevitável na vida das mulheres. Entretanto, é um momento delicado e temido, pois o corpo sofre várias mudanças hormonais que causam desconfortos.

Perto dos 50 anos, em média, o corpo feminino vivencia a queda de dois hormônios típica da menopausa: o estrogênio, que regula as menstruações, promove a fixação do cálcio nos ossos e ainda está por trás das características do corpo da mulher, e a progesterona, que é quem preparava o terreno para a gravidez. Isso provoca alguns efeitos colaterais, como redução do metabolismo, oscilação do humor e maior risco de osteoporose. Mas ao contrário do que muitos pensam, a prática de atividades físicas pode ajudar no alivio dos sintomas e ainda prevenir problemas de saúde comuns dessa fase.

“A recomendação é realizar pelo menos 30 minutos de exercícios aeróbicos por dia. Dançar, fazer bicicleta,esteira, usar a máquina do elíptico na academia, ou qualquer outro esporte que trabalhe amplos grupos musculares”, diz Guilherme Reis, coordenador geral da rede Alpha Fitness.

Levando em conta que muitas mulheres não podem ou não querem realizar terapia hormonal como saída para controlar os sintomas da menopausa, o exercício físico é excelente para aliviar a pressão dos desconfortos.

Guilherme explica que todo exercício é válido para manter a saúde e a densidade da massa óssea. A prática freqüente de exercícios físicos minimiza o envelhecimento arterial, diminui o risco de hipertensão, melhora o colesterol, diminui o tecido adiposo (gordura), e ainda ajuda a controlar os fogachos (ondas de calor da menopausa).

O ideal é a associação de exercícios resistidos (musculação) com exercícios de impacto para obter benefícios. Apostar na musculação, pelo menos duas vezes por semana; aliada a outros tipos de treinamento, ajuda a estimular a força dos músculos, melhorar a flexibilidade e o equilíbrio.

PIPA COMUNICAÇÃO

Publicidade