Mourão sobre nomeação do filho: ‘Confusão é porque o salário é alto’

0

Foto: Pedro Ribas/ANPr/Divulgação
O vice-presidente, Hamilton Mourão, comentou nesta sexta-feira (11), em entrevista à Época, a nomeação de seu filho, funcionário de carreira do Banco do Brasil, para o cargo de assessor especial da presidência da instituição.

“Sabe por que deu essa confusão toda? Porque o salário é alto. E eu também acho que é. Mas não foi ele quem inventou o valor”, declarou o general.

Um dia depois do presidente Jair Bolsonaro dar posse ao novo presidente do banco, Rubem Novaes, Antonio Hamilton Rossell Mourão foi nomeado para a nova função, o que aumentou seu salário de R$ 14 mil para R$ 36,5 mil.

Funcionário do BB há 18 anos, o filho do vice-presidente fazia parte da diretoria de Agronegócios nos últimos 11 anos.

O general reafirmou que seu filho foi anteriormente perseguido no banco pelo parentesco. “O chefe falou para ele: se seu pai não ganhar a eleição, é bom você ir procurando um lugar para se esconder”, afirmou o vice-presidente.

Mourão disse ainda que não perguntou o nome do ex-chefe do filho. “Porque eu não queria nem saber”, completou.

Bahia.ba