Ex-panicat relata assédio sexual no ‘Pânico’ e diz que vai processar a Band

0
Carol Dias (Foto: Reprodução / Instagram)

A ex-panicat Carol Dias polemizou ao relembrar sua passagem pelo ‘Pânico na Band’ (2017) e revelou ter sido assediada sexualmente e moralmente.

Em entrevista ao programa ‘Fofocalizando’, a modelo, que afirma que irá processar emissora, relatou que passou por diversos momentos constrangedores nos bastidores.

“Os últimos dois anos eu pedi para reverem o meu papel [no programa] e nunca fui atendida. Uma vez fui gravar com um diretor de externa. Uma menina me perguntou: ‘Você namora?’. O diretor falou: ‘Ela não namora, ela tem cliente’. É humilhante. Saí chorando da gravação”, disse.

Carol confessou que uma diretora em específico sempre pegava no seu pé e chegou a depreciar seu corpo. “Eu estava cheinha e tive que escutar de uma diretora: ‘Cartão vermelho pra você, você está gorda’. A mesma diretora chegou para mim um dia e falou: ‘Carol, me faz um favor? Me dá o seu maiô porque o diretor pediu’”.

A passagem da modelo pelo programa foi tão prejudicial a sua saúde física e mental, que Carol afirma tomar remédios até hoje. A demora para processar a Band, segundo a ex-panicat, foi motivada pelo medo de perder o emprego.

REDAÇÃO BAHIA.BA