Salvador Fest é marcado por chuva e diversidade de gêneros musicais

0

Foi com uma tarde chuvosa que o Psirico entrou no Palco Salvador, marcando o início da 14ª edição do Salvador Fest. O evento, que aconteceu na tarde deste domingo, 15, se tornou um verdadeiro festival, levando para o Parque de Exposições de Salvador mistura musical e público diverso, com fãs de arrocha, sertanejo, samba e, é claro, o tão aclamado pagodão.

‘Metendo dança’, as estudantes Natane Santos, de 17 anos, e Thaiane Moreira, 15, estavam assistindo ao show de Zé Paredão, no palco Pagodão. Mesmo com bastante chuva, elas não desanimaram e revelaram estar esperando seus artistas favoritos. Natane foi ver a cantora Marília Mendonça, enquanto Thaiane foi especialmente para curtir o som da dupla sertaneja Zé Neto & Cristiano, que ela acompanha há dois anos. “Vim ver Marília Mendonça, mas por enquanto estou curtindo um pouco o som do Palco Pagodão. A chuva não impede nada não”, afirmou Natane.

Já o estudante Bruno Gonçalves, 19, se disse muito fã de Ivete Sangalo e foi para o Salvador Fest especialmente para vê-la. Ele contou que só começou a curtir e a acompanhar a artista há uns dois anos e meio, mas no Carnaval deste ano se apaixonou verdadeiramente pela energia e astral de Veveta. “O Carnaval está chegando de novo e eu estou muito colado para ver Ivete”, comemorou.

Quem gosta de arrochar já chegou ouvindo ‘sofrência’, logo na segunda atração da festa, com o cantor Tayrone, que se apresentou pela primeira vez no Salvador Fest. Trabalhando na nova música, “Garota Poderosa”, que teve clipe lançado em julho deste ano, o artista quis exaltar o poder das mulheres no hit. Mas é claro que não poderiam faltar os clássicos que sempre estão na boca do povo baiano, como “Alô Porteiro” e “Volte Amor”.

Foi ao som de “Diarista”, de Tayrone, que a enfermeira Daniela Silva, 27, contou um pouco da sua admiração pelo artista e provou que dá, sim, para arrochar e meter aquela dança, no estilo pagodão, ao mesmo tempo. “Acompanho Tayrone desde pequena. É a primeira vez que venho no Salvador Fest, vim para curtir o show dele”, revelou ela, bastante alegre e dançante.

Para Tayrone, essa mistura presente no evento é positiva, pois acaba sendo um grande leque de possibilidades para o público. “A Bahia é uma mistura de ritmos. Hoje, no festival, temos pagode, samba, axé, e o arrocha, que é da Bahia, e não pode nunca ficar de fora de um evento tão grande quanto o Salvador Fest”, afirmou o artista. Ele contou que fez um “showzaço”, com um repertório bem mesclado, já que o seu público gosta muito das músicas mais antigas.

‘Abaixa que é tiro’

Atual detentora da música do Carnaval com o hit ‘Abaixa que é tiro’, a banda Parangolé agitou tudo no Palco Salvador, fazendo o povo pular com os sucessos ‘Senta Agora’, ‘Open Bar’, além de grandes clássicos do ‘Parango’, como ‘Sou Favela’. O show ainda contou com a participação especial da funkeira carioca Pocah.

“A gente vai gravar uma música juntos, então foi meio que um ensaio da nossa gravação, que vai acontecer essa semana”, revelou o cantor Tony Salles, que comanda o Parangolé atualmente, sobre a participação de Pocah no show. Ele deixou o nome da música como uma surpresa, até porque o trabalho ainda está no processo de produção, mas já deixou claro que é, obviamente, uma mistura de pagode com funk.

O hit será gravado em Salvador, com clipe filmado no Rio de Janeiro. Quando questionado se era esta uma promessa para o Carnaval 2020, Tony Salles contou que tem três músicas para serem lançadas ainda, uma com Pocah, uma com o também funkeiro Jerry Smith e uma sozinho com o Parangolé. Ele deixou claro que todas serão trabalhadas para o verão, mas que o sucesso vem muito da percepção do público. “Trabalhamos em ‘Open Bar’, mas ‘Abaixa que é tiro’ foi sucesso e nem tem clipe”, ressaltou.

A 14ª edição do Salvador Fest contou com a participação de artistas como Psirico, Tayrone, Parangolé, Harmonia do Samba, Wesley Safadão, Léo Santana, Ivete Sangalo, Marília Mendonça, Zé Neto & Cristiano, Dilsinho, Lambasaia e Anna Catarina. Se apresentam também Preto de Luxo, Zé Paredão, A Invasão, Ed City, Igor Kannário, La Fúria, O Poeta, Hiago Danadinho, Flavinho, ÀTTØØXXÁ, Robyssão, Beleza Pura e Pegadeira.

Fontes Ashley Malia | Foto: Rafael Martins | Ag. A TARDE