30 anos da Fundação Anísio Teixeira: Ato inicia as celebrações do ano Anisiano na Assembleia

0

Dando início ao ano Anisiano na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) foi realizado na manhã desta segunda-feira (07.10) um ato em celebração aos 30 anos da Fundação Anísio Teixeira. A atividade foi proposta pela deputada estadual Olívia Santana.

Uma apresentação cultural com os alunos Gabriel e Luana e o professor Ery Santana, ambos da Escola Parque, iniciou a atividade.

Durante seu depoimento, Olívia Santana destacou a importância da Fundação Anísio Teixeira. “Anísio não é uma referência local, é uma referência para o projeto de nação. Resgatar a memória do educador e trabalhar com o futuro da Educação. Anísio deu sua contribuição no seu tempo histórico. Cabe a nós, educadores e educadoras, fazermos o nosso melhor”, lembrou a parlamentar.

Já o presidente eleito da Fundação Anísio Teixeira, Juliano Matos, ressaltou a importância do ato, pois oportuniza a juventude entender um pouco o papel da Fundação, que resgata a história de um dos maiores educadores do Brasil. “Queremos ir à União de Prefeitos da Bahia (UPB) para mostrar como funciona o apoio da casa ao município. Queremos construir essa parceria entre a Casa Anísio Teixeira e tudo que existe de educação integral no estado”, frisou.

Dirigente por mais de 19 anos da Fundação Anísio Teixeira, Babi Teixeira, filha do educador, destacou a importância da criação da Escola Parque para a inovação da educação.

O ex-deputado federal constituinte e sobrinho-neto de Anísio Teixeira, Haroldo Lima, lembrou que Anísio foi o único filósofo da Educação que o Brasil já teve. Também compartilhou com o público presente um discurso feito por Anísio Teixeira feito em 13 de maio de 1924, no lançamento do Dia da Árvore na Bahia.

O diretor da Escola Parque, Gedean Ribeiro, lembrou aos alunos da necessidade de luta e permanência do legado que a escola traz. “Enquanto estivermos juntos vamos garantir que Anísio exista em cada um de nós. Viva Anísio, viva a liberdade!”, finalizou.

O ato também contou com as presenças do professor João Augusto, organizador da Fundação Anísio Teixeira (FAT) na Bahia; Cassia Virginia Bastos Maciel, pró-reitora de Ações Afirmativas da UFBA, que na ocasião representou o reitor João Salles; Cybele Amado, diretora do Instituto Anísio Teixeira, representando o secretário da Educação da Bahia, Jeronimo Rodrigues; de alunos e ex-alunos das décadas de 50 a 70 da Escola Parque; dentre outras autoridades.

Fonte Maisa Amaral