Ocupação hoteleira em Salvador se aproxima de 30% em setembro

0

Foto: divulgação ABIH-BA
Os hoteis de Salvador alcançaram em setembro uma taxa de ocupação de 29,85%. Considerando a diária média de R$ 214,20, os estabelecimentos apuraram um Revpar (indicador ponderado entre a ocupação e a diária média) de R$ 63,93. Os números representam os primeiros sinais de retomada após os impactos da quarentena de combate ao novo coronavírus, avalia a Associação Brasileira da Indústria Hotéis da Bahia (ABIH-BA).

O presidente da entidade, Luciano Lopes, estima que o feriado de 12 de outubro deve ser o de maior movimento desde o início da pandemia. A data, além de homenagear Nossa Senhora Aparecida e ser dedicada às crianças, será em uma segunda-feira, ‘emendando’ com o final de semana. “Esperamos uma taxa de ocupação acima de 50% para os hotéis abertos de Salvador”, disse.

De acordo com Luciano Lopes, as pessoas estão em isolamento social há muitos meses e se hospedar em um lugar diferente é uma forma de sair da rotina de forma segura. “Com a gradual retomada dos vôos, muitos paulistas têm optado por Salvador para passar o feriadão já que a malha aérea favoreceu essa conexão”, completou o presidente da ABIH-BA

Na comparação com o mesmo mês do ano passado – que teve ocupação média de 60,15% e diária de R$ 274,51 – o mês passado ainda registrou números abaixo, mas ganha com folga de agosto deste ano. Naquele mês, o segmento registrou ocupação de 23,71% e diária média de R$ 206,76, gerando um Revpar de R$ 49,03.

FONTE BAHIA.BA