Pedra fundamental marca início do projeto de mineradora de grafite em Itabela

0
FOTO Alex Gonçalves/SITE BAHIA DIA A DIA

Previsão é que o empreendimento no valor de R$ 170 milhões seja inaugurado em 2023

O lançamento da pedra fundamental oficializou o início das obras do Projeto de Grafite Santa Cruz da mineradora canadense South Star Battery Metals. A cerimônia aconteceu na tarde desta quinta-feira, 02, a três quilômetros do centro de Itabela, no terreno onde será instalada a primeira fase do projeto. A previsão é que o empreendimento, com valor de aproximadamente R$ 170 milhões, seja inaugurado no segundo trimestre de 2023.

FOTO Alex Gonçalves/SITE BAHIA DIA A DIA

A cerimônia de lançamento aconteceu após uma década do trabalho de desenvolvimento e pesquisa da South Star na região. O evento contou com a presença da equipe e parceiros da empresa, do prefeito Luciano Francisqueto, do deputado federal Uldurico Junior, vereadores, secretários municipais, empresários, lideranças de instituições locais e imprensa.

O prefeito de Itabela, Luciano Francisqueto, disse que a implementação do projeto trará inúmeros benefícios para o município. “A instalação da mineradora é um divisor de águas na história de Itabela, pois além de gerar inúmeros empregos e renda para a população, o empreendimento na nossa cidade será um marco para a economia do município e toda região”, frisou.

FOTO Alex Gonçalves/SITE BAHIA DIA A DIA

O empreendimento está situado no segundo maior distrito produtor de grafite do mundo e conta com mais de 80 anos de produção contínua. O mineral atende o mercado de baterias de alta tecnologia, como siderurgias, fundições, lubrificantes, eletrônicos e indústrias automotivas. O Brasil, atualmente, é classificado como terceiro país mais importante na produção de grafite e comercialização de metais para baterias no mundo, atrás apenas da China e da Austrália.

FASES DO PROJETO

FOTO Alex Gonçalves/SITE BAHIA DIA A DIA

A implantação do Projeto de Grafite Santa Cruz foi subdividida em duas fases: sendo que a primeira fase envolve a construção da planta, com capacidade de 5 mil toneladas por ano. Esta etapa acontece do início de junho e se estende até 2023. A segunda fase compreende a implementação da planta de concentrado de grafite para produzir entre 25 mil a 30 mil toneladas por ano.

Para o CEO da South Star, Richard Pearce, “o início da produção comercial está próximo, planejamos para o segundo trimestre de 2023, momento perfeito para se ter um ativo estratégico e escalável em uma importante localidade, entrando em operação na cadeia de suprimentos de metais para baterias”, pontuou.

GERAÇÃO DE EMPREGO

Para o projeto, estão previstas iniciativas como a contratação responsável e equitativa de mão de obra local em parceria com o município. Espera-se na primeira fase da implementação a contratação de 65 empregados diretos e 350 indiretos.

Para a fase 2, a expectativa é de 125 diretos e 700 indiretos. Quando o empreendimento entrar em operação, está previsto o desenvolvimento de projetos sociais.

FOTOS Alex Gonçalves/SITE BAHIA DIA A DIA

De acordo com Pearce, a implementação e operação do projeto conta com as melhores práticas de desempenho socioambientais. “A South Star possui uma equipe executiva experiente, com um forte histórico de pesquisa mineral, desenvolvimento, construção e operação de minas no Brasil. Gostaríamos de agradecer a todos os envolvidos pelo apoio contínuo nesta importante conquista. Estamos ansiosos para iniciar a construção”, frisou.

FONTE Alex Gonçalves/SITE BAHIA DIA A DIA