Reunião discute sobre o enfrentamento de arboviroses em Teixeira de Freitas; entenda

0

Na última terça-feira (21), a Prefeitura Municipal de Teixeira de Freitas, através da Secretaria de Saúde, realizou um encontro para apresentação do Plano de Enfrentamento de Arboviroses, que tem como eixo norteador o desenvolvimento de ações articuladas e coordenadas de vigilância, promoção, prevenção, controle e atenção à saúde, diante de agravos como dengue, chikungunya e zika. Foi analisado e discutido o cenário atual da situação epidemiológica de Teixeira de Freitas, além dos novos modelos de gestão integrada para o enfrentamento das arboviroses.

Atualmente, a dengue, chikungunya e zika são doenças causadas por arbovírus transmitidos pelo mosquito vetor Aedes aegypti. Com a temperatura mais alta e a presença de chuvas, é necessário redobrar os cuidados. Apesar do constante trabalho das equipes de saúde no combate ao Aedes aegypti, as ações devem ser intensificadas neste período – principalmente durante o período de chuvas intensas, que também reforça a necessidade da população ficar atenta aos espaços domiciliares.

O mosquito Aedes aegypti precisa de recipientes com água parada para a colocação dos ovos e desenvolvimento de suas larvas. Vale ressaltar que o mosquito não exige grande quantidade de água para colocar os ovos, que podem sobreviver meses mesmo em ambiente seco. Por isso, os moradores devem tomar todo o cuidado para que não existam tais condições, interrompendo assim o ciclo da doença.

Na ocasião, também foram ajustadas as estratégias de combate ao mosquito em conjunto intersetorial e Estado para uma ação mais ostensiva, que será apresentada posteriormente à população teixeirense.

Por ASCOM