Após facção proibir motoristas por aplicativo de entrar em bairro de Salvador, Tiago Correia cobra governo

0


Após uma facção que atua na região do Alto das Pombas ter ameaçado e coagido motoristas por aplicativo a não entrar no local, o deputado estadual Tiago Correia (PSDB) cobrou do Governo da Bahia uma mudança na forma que a segurança pública vem sendo tratada nos últimos 16 anos.

“Já passou da hora de mudar essa realidade. Essas histórias não podem se repetir. Torço que o governador consiga mudar esse cenário. No interior, temos viaturas paradas por falta de combustível. Quase 300 cidades estão com apenas dois policiais trabalhando em esquema de revezamento, delegacias que não funcionam”, disse Correia.

Para ele, a mudança na segurança pública passa por uma reformulação nas políticas de educação e de geração de emprego. “É por falta de oportunidades que as pessoas buscam o mundo do crime. Se a pessoa tiver uma educação qualificada e oportunidade de trabalho, a criminalidade naturalmente diminui. Estamos prontos para ajudar o governo no que for necessário”, ponderou.

O parlamentar ainda relembrou os últimos casos de violência em Salvador. Colega de Correia, o deputado estadual Alan Sanches (União Brasil) e seu filho, o médico Leonardo Sanches, foram vítimas de um assalto ocorrido no final da tarde da última sexta-feira (20) no bairro da Barra, em Salvador. Em relato publicado nas redes sociais, o político contou que foi abordado por seis suspeitos enquanto caminhava com o filho. No domingo (22), dois homens invadiram uma casa e fizeram uma idosa de 83 anos refém, na localidade de Buracão, no bairro de Tancredo Neves.

Fonte Política Livre